3 de fev de 2011

Comente O Subdesenvolvimento Econômico do Brasil

Comente O Subdesenvolvimento Econômico do Brasil a partir do texto de TAVARES.

9 comentários:

  1. O texto de Maria da Conceição Tavares mostra que o Subdesenvolvimento econômico do Brasil deve-se principalmnte ao fato da nossa industrialização ter ocorrido de forma tardia e desorganizada. O país praticamente não investiu em infraestrutura, o que intensificou a dependência econômica aos Estados Unidos e Europa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso mamar no teu cassete?

      Excluir
  2. Outro aspecto importante abordado pelo texto, mostra que a abertura comercial, realizada de forma irresponsável,provocou a falência de muitas empresas brasileiras, principalmente no segmento de eletro-eletrônica e telecomunicações. Esse fato resultou em uma onda de aquisiçoes de empresas brasileiras por grupos estrangeiros, fazendo com o país perdesse o controle sobre segmentos vitais para o desenvolvimento econômico nacional.

    ResponderExcluir
  3. Jackson ribeiro

    No me u modo de ver o texto a nossa industrialização não era bem sucedida a divisão interna do trabalho produzia em período longo e com isso a divisão internacional do trabalho implícita no esquema centro- periferia sofreu modificações significativas.NO comentario de Luiz ele mostra realmente como a econômia do Brasil foi mal dividida ou ceja não teve organização nenhuma.

    ResponderExcluir
  4. O texto de Tavares demosntra, mais uma vez, que no Brasil, o desenvolvimento industrial tardio e forçado, politicas economicas privilegiando o capital externo e não o interno e politicas sociais assistencialistas voltadas para as bases do capitalismo onde, muitos possuem baixa educação(ou nenhuma)e baixa renda para assim, manterem poucos com boa educação e concentração da maior parte da renda.
    Luiz Mota e Jackson Ribeiro demosntram isso ao falarem da desorganização economica e da mau divisão do trabalho interno.

    ResponderExcluir
  5. O texto de Tavares, ao meu ver, é complicado e necessita ser lido mais de uma vez para obter-se uma idéia concreta do que é dito através dele.

    ResponderExcluir
  6. Andeson Luiz

    O texto de Maria da Conceição Tavares evidencia a grande realidade do Brasil, pois com os descasos das pessoas irresponsáveis que estavam a frente do povo e objetivavam apenas benefícios próprios, o mundo conseguiu se desenvolver e propiciar benefícios para outros países, no entanto o Brasil continuou estagnado, com a política de produção manufatureira e total centralização da renda, deixando a população submissa e totalmente explorada, atrasando o crescimento do país. Ademais, quando resolve desenvolver a industrialização, não houve nenhum tipo de organização da mesma forma que conforme texto de LUIZ MOTA os aspectos (abertura comercial e inicio da industrialização) deveriam beneficiar o país e não provocar a falência de muitas empresas. Todavia, a falta de infra-estrutura, planejamento e principalmente um desenvolvimento tardio e forçado, (LUIZ GUEDES) contribuiu para alicerçar ainda mais as disparidades econômicas e sociais existentes até os dias atuais.

    ResponderExcluir
  7. O Texto de Maria Tavares, ao começar pelo título, “O Subdesenvolvimento da Periferia Latino- Americana evidencia as diferenças entre países, tendo os chamados desenvolvidos como centro, que dominavam e dominam o sistema capitalista em nível mundial e impedem a distribuição do progresso técnico, deixando a “periferia” à condição de subdesenvolvimento.

    O Brasil também inserido nessa “periferia”, além de já sofrer com as mazelas da economia internacional, reforça o seu subdesenvolvimento com um sistema político econômico totalmente desestruturado. Na exportação quem se beneficiava mais era os importadores, por o país ter uma moeda desvalorizada. O país foi Industrializado tardiamente e aberto bruscamente em condições de câmbio sobrevalorizada e as empresas de energia e telecomunicações privatizadas. Todos esses fatores para beneficiar uma minoria no país, além de promover ainda mais a diferença entre os “centros”.

    ResponderExcluir
  8. Complementado o que nosso colega Anderson Luiz citou com relação ao desenvolvimento mundial, que ficou restrito aos países “centros”, sendo que estes não tinham e nem têm interesse em benefícios para outros países, a não ser quando o benefício para eles é maior. O Brasil realmente ficou estagnado havendo até certo crescimento, mas não desenvolvimento e mais importante com equidade.

    ResponderExcluir